[REPOST] O Feminismo das Brown Eyed Girls

BEG.jpg

Esse é um repost do meu texto originalmente publicado no Headcanons, em fevereiro. Só pra ficar mais organizado mesmo :).

Mesmo fazendo parte de uma cultura totalmente diferente, girl groups no Kpop sofrem da típica dicotomia que julga mulheres de acordo com o quanto elas se encaixam em “putas” ou “santas”. Ou é conceito aegyo, ou é conceito sexy. Ou é lado red, ou é lado velvet. Até as tentativas que supostamente deveriam empoderar são muitas vezes mais um clickbait do que uma mensagem efetiva. E, previsivelmente, a grande maioria desses conceitos é bem rasa, valendo-se apenas de agradar os olhos (e às vezes os ouvidos). Esse assunto dá todo um outro post, mas em alguns poucos grupos vejo o destaque se voltar para as mulheres e um produto que contesta e desafia ao invés de só agradar e aceitar.

Continuar lendo