Conhecendo os Arcanos Maiores do Tarot… com Kpop

[Texto originalmente publicado no Headcanons]

Como explicar essa combinação?

Pois é, nem eu sei.

Só sei que há muito tempo eu tento juntar dois dos meus assuntos favoritos, e finalmente encontrei uma maneira. Os MVs de Kpop, que a cada ano ficam mais impressionantes, fornecem material suficiente para representar os arquétipos dos 22 arcanos maiores do Tarot de forma desafiadora e cheia de nuances. Portanto, aqui estou eu com esse humilde guia que funciona de introdução ao Tarot, ao Kpop, ou aos dois 🙂

Continue lendo “Conhecendo os Arcanos Maiores do Tarot… com Kpop”

Anúncios

O Feminismo das Brown Eyed Girls

[Texto originalmente publicado no Headcanons]

Mesmo fazendo parte de uma cultura totalmente diferente, girl groups no Kpop sofrem da típica dicotomia que julga mulheres de acordo com o quanto elas se encaixam em “putas” ou “santas”. Ou é conceito aegyo, ou é conceito sexy. Ou é lado red, ou é lado velvet. Até as tentativas que supostamente deveriam empoderar são muitas vezes mais um clickbait do que uma mensagem efetiva. E, previsivelmente, a grande maioria desses conceitos é bem rasa, valendo-se apenas de agradar os olhos (e às vezes os ouvidos). Esse assunto dá todo um outro post, mas em alguns poucos grupos vejo o destaque se voltar para as mulheres e um produto que contesta e desafia ao invés de só agradar e aceitar.

Continue lendo “O Feminismo das Brown Eyed Girls”

Redebut

Oi!

Competindo com a HyunA em número de debuts, resolvi fazer um blog direito aqui no WordPress. Pra quem não sabe, eu debutei em dois outros grupos muito nugus: no Medium, onde tem meu post da teoria sobre o NCT U, e no Headcanons, onde tem meu post sobre as Brown Eyed Girls e reviews de comebacks junto com outras três meninas.

Pra vocês me conhecerem um pouco melhor, vou responder a tag mais popular do Brasil – sim, a própria do Ethan e da Vespaquita. Eu já respondi a versão resumida nos comentários deles, mas aqui vai a versão completa, com fatos, prints, gifs e tudo que tem direito.

Continue lendo “Redebut”